terça-feira, 27 de setembro de 2011

Regulamento do Desafio Sumba Boulder 2011

1. Horários:
1.1. Ponto de encontro e inscrição: dia 1º de outubro, às 7h30, na Montanhismus Sports Bar (Estrada dos Serranos, km 2).
1.2.Briefing do evento: às 8h15
1.3.Horário de saída para o setor novo: às 8h30
1.4. Horário do Desafio Masculino: início às 9h30.
1.5. Horário do Desafio Feminino, após o término do Masculino (livre para assistir ao Masculino).
1.6. Horário da Premiação: às 22:00 na Montanhismus Sports Bar (Estrada dos Serranos, km 2).

2. Categorias:
2.1. O Sumba Boulder 2011 contará com as seguintes categorias: Masculina e Feminina.
2.2.Para o Desafio estarão disponíveis 10 vagas no Feminino e 20 vagas do Masculino.
2.3. Será permitida a participação de atletas de outros países que também terão direito à premiação.

3. A competição será: Desafio na rocha.

4. Premiação:
4.1. Categoria Masculina
1º Lugar – R$ 800,00 + Equipamentos
2º Lugar – R$ 450,00 + Equipamentos
3º Lugar – R$ 250,00 + Equipamentos
4.2. Categoria Feminina
1º Lugar – R$ 550,00 + Equipamentos
2º Lugar – R$ 300,00 + Equipamentos
3º Lugar – R$ 150,00 + Equipamentos
 
5. Segurança:
5.1. Como se trata de um Desafio na rocha, é altamente recomendado certificar-se de evitar os toques nos crashpads, pois ao menor sinal de ajuda, o Juiz está autorizado a desconsiderar a tentativa.
5.2. A segurança só será permitida caso o atleta corra o risco de cair fora do colchão.

6. Desafio:
6.1.Serão 3 Boulders para o Desafio.
6.2.Os(as) atletas para o Desafio terão 6 minutos para tentar cada Boulder e 6 minutos de descanso para entrar no Boulder seguinte, até completar os 3 Boulders.
6.3.Os(as) atletas terão o direito de tocar todas as agarras antes de realizar uma primeira tentativa e, após a mesma, fica livre o Boulder para ser trabalhado de forma livre dentro dos 6 minutos
6.4.A tentativa só será válida se o mesmo sair com as duas mãos da agarra inicial, que estará marcada.
6.5.Também estarão marcados a agarra bônus e a agarra final do Boulder.( domínio do Boulder).

7. Critérios de pontuação para a final:
a) Número de Top (Dominar o Boulder).
b) Número de tentativas para Top.
c) Número de agarra bônus dominada.
d) Número de tentativas para agarra bônus.
e) Em caso de empate, haverá um 4º Boulder com 6 minutos de tentativas.

8. Incidente técnico:
8.1. São incidentes técnicos:
· Agarra quebrando. Desde que a mesma esteja dentro das agarras marcadas das que foram utilizadas para a cadena original. Outras agarras não serão consideradas como incidente.
· Qualquer incidente que obstrua a escalada do(a) atleta que não seja por sua própria falta.
8.2. O procedimento após um incidente técnico deve ser feito como se segue:
8.2.1. Se o(a) atleta quiser e ainda estiver em posição legítima, poderá continuar escalando ou aceitar o incidente técnico. Se decidir continuar, perderá o direito a apelação referente ao incidente ocorrido.
8.2.2. Se estiver em posição não legítima após o incidente, o Juiz tomará uma decisão imediatamente e decidirá pela aceitação do incidente técnico e consequente parada de tentativa. E de acordo com as regras do incidente técnico, permitir uma nova tentativa. Se, caso esteja mandando o Boulder à vista na final, o atleta terá uma nova chance, valendo como se fosse a primeira tentativa (à vista).
8.2.3. Se o atleta ainda estiver em posição legítima, ele(a) deve indicar a natureza do incidente técnico e, com o consentimento do Juiz, continuar ou não a tentativa. Se decidir continuar, perderá o direito a apelação  referente ao incidente ocorrido. Se estiver em posição legítima após o incidente, o Juiz tomará uma decisão imediatamente e tal decisão será final.
8.2.4. Se um(a) atleta cair e declarar que a queda foi causada por um incidente técnico, após investigação dos Juízes, o Presidente do Júri será informado e tomará uma decisão. A decisão do Presidente do Júri deverá ser final e não poderá ser contestada.